Variedades

4 formas de se relacionar com homens

Rate this post

A principal queixa das mulheres que estão em busca de um relacionamento amoroso estável, é que se confundem na hora de selecionar o tipo de relação que eles precisam. A maioria desconhece o que de acordo com a relação que elas querem ter, vai depender do papel que devem jogar, assim como as regras e os limites em que devam colocar.


Muitas vezes, acabam por misturar todas as formas de relacionar-se e inventam algo que não existe, ou pior ainda deixam que sejam os mesmos homens, que tomem a liderança da relação.


É por isso que hoje vamos falar sobre as quatro formas funcionais que as mulheres têm para relacionar-se intimamente com os homens.


“Os Homens só escolhem o casal, mas são as mulheres que escolhem o casal”


Ou seja, enquanto que os homens escolhem com base no que de mais superficial e visível, como o corpo, a simpatia, ou o conforto com a outra pessoa; as mulheres o fazem com processos evolutivos, como é o toque, a visão, a voz, a linguagem corporal, etc.


O cheiro é essencial na seleção: as mulheres são capazes de sentir o cheiro de uma proteína chamada “complexo maior de histocompatibilidade” que reconhece as diferenças genéticas que existem entre ela e o folheto informativo, começando assim o processo de seleção natural, onde mais tarde ela segregará “dopamina” que, somado à sua linguagem corporal criado um link químico entre ambos.


Não há relações boas ou más, as relações dependem da situação em que me encontro nesse momento de minha vida. Por isso é muito válido que uma mulher diga: “Eu sei que é casado e eu só quero ser o seu amante”, ou “eu nesses momentos prefiro ficar sozinha e eu só quero ter amigos” ou “nós Somos Ami-Namorados”ou “Eu sim estou procurando um relacionamento estável em que se possa formar uma família”.


Para nós, terapeutas de casais, tudo isso é válido, desde que coincida com a relação que queremos ter com que se está tendo nesse momento, e que não se pretenda ser mais dentro dela sem consultar com seu parceiro, ou confundir-se e querer jogar todos os papéis ao mesmo tempo.


Lembrem-se de que um relacionamento (qualquer que seja), o mais importante é chegar a acordos mutuamente e não nunca quebrar as regras, tanto implícitas como explícitas que nos está pedindo essa relação em especial.


Estes são os 4 tipos de relações, onde as mulheres podem escolher os homens:


Relações que parecem ser, mas não são:



  • Os encontros sexuais casuais: Não são relações como tal, já que só passam uma vez e muitas vezes com pessoas que jamais voltaremos a ver, onde ninguém se compromete com nada, e ninguém exige nada de ninguém.

  • Meus conhecidos e colegas de escola ou de trabalho, também não entram na vida de relação. Porque não convivem de maneira profunda, mas aleatória comigo, e se você já sentimos que há algo mais, se converterão em “amigos” ou em outro tipo de relação já estabelecida.

  • Os familiares, pais, irmãos, tios, primos, etc: são relações íntimas, mas nós não as escolhemos.

Uma vez encontrada, o casal se chegam acordos de acordo com as diretrizes de cada relação, é ali onde os homens escolhem se entram ou não em relação às regras e limites.


“De olho” os homens só escolhem, não são eles que colocam nem as regras, nem as condições, caso contrário, eles sempre perseguem seu maior benefício, e não porque sejam abusivos, mas porque eles sempre vão escolher com base em seus impulsos primários.


O mais importante em uma relação de casal é que se “faça” e que todos se sintam à vontade nela, sem dores nem sofrimentos, e que ninguém fique por obrigação, remorso, culpa, solidão ou medo.