segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Como lidar com o bebê que está começando a falar


O choro é a primeira forma de contato do bebê com o mãe e com o resto do mundo. A princípio pode parecer tudo igual, mas com o passar do tempo, a mãe aprende a diferenciar o choro de fome, o de dor e o de manha.

À medida em que vão crescendo, a comunicação evolui e os bebês aprendem a emitir sons e ruídos, que mais tarde se transformam em sílabas, até que por volta do sexto mês, eles começam a balbucear algumas palavras, que ainda não fazem sentido, o que só deve acontecer depois que completam o primeiro ano de vida.
Entre 18 e 24 meses, as crianças falam frases curtas, com no máximo 3 palavras e cabe aos pais decifrarem o que é que elas estão querendo dizer, para aumentar a interação dos pequenos com os demais integrantes da família e colaborar com o desenvolvimento da fala da criança.
Depois desse período de 2 anos, até 2 anos e meio, se a criança não falar, o indicado é consultar um pediatra, para verificar se está havendo algum atraso no desenvolvimento verbal da criança e principalmente para verificar a existência de algum problema auditivo ou psicológico.
Certamente você já não lembra como é difícil falar as primeiras palavras, mas este é um processo que exige um grande esforço mental e físico por parte dos pequenos que precisam articular os sons com a língua, com os lábios e com todo o aparelho fonador, além de forçar a cabecinha para escolher em seu pequeno repertório as palavras que entrem no contexto daquilo que ele quer dizer. Esse aprimoramento contante é essencial para avaliar o desenvolvimento intelectual, psíquico e social da criança.
E quando o bebê começar a balbucear suas pequenas palavras, além da emoção do momento, existem algumas atitudes que podem contribuir para melhorar esse processo, por isso selecionamos algumas dicas para você.
  • 1 – Falar com a criança em momentos de intimidade como na hora da amamentação, da alimentação, na hora do banho e durante a troca de fraldas, brincar mostrando objetos e repetindo os seus nomes, é uma maneira de estimular a criança a assimilar os nomes das coisas.
  • 2 – Quando for falar com a criança, fale baixo e devagar para que ela possa ficar mais atenta para acompanhar e compreender melhor o que você está dizendo.
  • 3 – Naturalmente as pessoas tendem a adaptar a conversa com bebês, modificando os nomes das coisas, colocando no as palavras no diminutivo, ou criando uma língua nova para falar com bebês. Por mais gracioso que seja, o ideal é que a criança aprenda desde cedo o nome correto das coisas para que possa se comunicar com mais clareza. Por isso, em vez de oferecer o “gagau”, ofereça-lhe “mingau”.
  • 4 – Quando a criança está aprendendo a falar, é natural que demore um pouco para desenvolver o raciocínio e formular cada palavra, mas seja paciente, não se antecipe ao que ela vai dizer, ainda que você saiba o que ele quer pedir e deixe o concluir cada palavra.
  • 5 – Falar errado no começo é natural, por isso, não exija que o bebê fale tudo com exatidão corrigindo-o a cada palavra. O aprendizado é tão lento quanto natural e o excesso de correções pode causar intimidação na criança.
  • 6 – A criança aprende por repetição, portanto, quanto mais ele fizer parte do convívio social da família, mais rápido ela tende a aprender falar, mas cuidado com as palavras utilizadas, pois elas tendem a repetir tudo, inclusive o que os adultos não deveriam dizer perto delas. Da mesma forma, estimule desde cedo a partir do exemplo, o uso de palavras como por favor, obrigada e com licença.
  • Aos poucos você vai perceber que esse desenvolvimento se estenderá por muitos anos da vida e vai ter até momentos em que você vai lembrar com saudade da época em que eles falavam pouco. Brincadeiras à parte, essa fase em que as crianças estão aprendendo a falar é uma das mais gostosas, aproveite-a com muito carinho.


    Fonte: http://dld.bz/bXGQd

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Olá, seja bem vinda! O que achou do post? Este cantinho também é seu, sinta-se à vontade para comentar, perguntar, sugerir ou mesmo criticar... Um grande beijo!

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...