Pular para o conteúdo principal

Seu lar, um ambiente livre de riscos para o bebê!


Depois do primeiro ano, quando a criança começa a engatinhar, os pais entram em alerta vermelho: qualquer situação pode se tornar um problema com esse novo aventureiro se movendo pela casa.




Mesmo assim, os acidentes ainda são a maior causa de mortes de bebês e crianças, segundo dados do Ministério da Saúde. “Para evitar esse tipo de situação, o ambiente deve ser observado com outros olhos, procurando os possíveis locais em que poderá ocorrer um acidente”, explica Lia Gonsales, coordenadora de mobilização da ONG Criança Segura. Segundo ela, esse olhar diferente vai mostrar onde e quando as medidas de segurança devem ser implementadas. 

As tomadas, por exemplo, devem ser cobertas; toalhas compridas deve ser retiradas das mesas, principalmente quando têm objetos em cima. “O bebê pode tentar se equilibrar e puxar tudo para baixo”, explica. Até mesmo os banheiros da casa devem ser fechados. Isso porque, até os quatro anos de idade, o bebê ainda está se acostumando com o peso da cabeça. “Se ele cair na privada, por exemplo, não vai conseguir voltar e pode se afogar”, alerta a especialista. O mesmo vale para piscinas, que devem ter o acesso fechado. Portões especiais devem ser colocados nas escadas, do lado de cima e de baixo. A cozinha também deve ter o acesso restrito, já que ali, com o fogão funcionando a todo vapor, as chances de um acidente aumentam. Experimente também colocar pesos ou protetores de porta específicos, para que elas não se fechem nos dedinhos da criança. Por fim, nada de deixar remédios ou produtos de limpeza em armários baixos. Coloque qualquer tipo de produto atraente – inclusive maquiagem, perfumes e desodorantes – em prateleiras altas ou em armários fechados com chave.
Nenhuma dessas mudanças, no entanto, altera o principal fator para evitar acidentes: a supervisão constante de um adulto. “A criança não identifica o perigo antes, por isso, cabe ao responsável ficar de olho e evitar o pior”, afirma Lia Gonsales.


Gostaram das dicas? Deixe seu comentário!
Até o próximo post, beijos!

Fonte:  http://meubebe.br.msn.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 dicas para desintoxicar o corpo pós carnaval

O Carnaval é uma festa popular na qual as pessoas dançam, se divertem, comem e bebem em excesso. Devido ao consumo muitas vezes exagerado de comidas e bebidas, nosso corpo necessita de uma verdadeira desintoxicação. Veja nossas dicas de alimentos para ajudar a limpar o corpo depois do Carnaval e voltar com tudo à rotina diária.


1.Beba bastante água. A água é um excelente aliado na desintoxicação do corpo. Além de hidratar, a água literalmente lava o corpo de dentro para fora, ajudando a eliminar toxinas, dilui poluentes, melhora a função dos rins, e ajuda na digestão. 2.Coma folhas verdes. Alimentos como alface, espinafre, rúcula, acelga, etc são excelentes fontes de fibras. As fibras ajudam a limpar o organismo e melhoram a digestão. Além disso, elas diminuem a absorção de gorduras e toxinas. 3.Dê atenção às frutas. Após o Carnaval, dê atenção especial às frutas, sobretudo àquelas com alto teor de água e baixa caloria, como melancia, abacaxi, melão, morango, etc. Elas são …

Fevereiro chegou !

E hoje se inicia mais um mês, e o que você espera dele?
Que ele traga muito amor, felicidade e muitas realizações.
Vamos que vamos ein rs'

Receitinhas de Máscara de Hidratação Caseira.