quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Sonhos dourados

Estava lendo a Revista Bons Fluídos deste mês e encontrei uma reportagem bem bacana sobre os enfeites dourados que colocamos em nossas casas para iluminar o  fim do ano... O texto abaixo é de Raphaela de C. Mello:

A casa se ilumina para honrar a grande noite e saudar a chegada da bem-aventurança


A magia do Natal não se esgota. A cada fim de ano, voltamos a ver o mundo com olhos de criança. Tudo ao redor parece tocado pela vara de condão do encantamento. É assim desde os tempos longínquos, quando, cantando e dançando em torno da fogueira, comunidades renovavam os laços afetivos e reabasteciam as esperanças, com o consentimento de forças invisíveis. 

"Os povos pagãos acreditavam que os enfeites natalinos atraiam para dentro de casa os espíritos da floresta e as fadas. Assim, seus habitantes estavam protegidos contra todo tipo de infortúnio", diz Patrícia Douat Garcia, analista de cores, de São Paulo.

A onipresença do dourado nessa época festiva diz muito sobre a necessidade humana de iluminar suas pegadas sobre a Terra. Velas e adornos cor de ouro reafirmam o desejo de que nossa luz interior possa brilhar no ano que vai nascer, abrindo os caminhos, trazendo bem aventurança. " Esse tom aumenta a energia e a motivação, reforça o discernimento e a capacidade de decisão", destaca Patrícia. 

O dourado também simboliza riqueza. Por isso, há milênios, ele faz reluzir coroas, tronos e mantos. Mas também representa a fortuna espiritual e afetiva, expressa pela humildade e pela compaixão. São elas, ensinam os mestres da alma, as verdadeiras jóias que devemos valorizar. Todos os dias do ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem vinda! O que achou do post? Este cantinho também é seu, sinta-se à vontade para comentar, perguntar, sugerir ou mesmo criticar... Um grande beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...