quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Cuidados para não ter o dia arruinado pela alergia a cosmético

Imagine você se arrumando para ir a uma festa, passando seu perfume mais cheiroso, seu batom preferido e aquele creminho que deixa a pele macia, mas quando olha no espelho ocorre o oposto do desejado: você se vê toda vermelha.

Essas situações não são freqüentes, mas acontecem com mais de 10% da população adulta, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia. Isso porque algumas substâncias presentes na composição dos cosméticos podem irritar as peles mais sensíveis.

Existem, segundo a alergologista Fátima Emerson, dois tipos de reações possíveis: a dermatite de contato por irritação e a por hipersensibilidade. A primeira é mais comum e não alérgica, mas gera coceira e queimação assim que o produto é aplicado. Na verdade, é apenas uma irritação gerada por alguma substância, como o ácido retinóico e peróxido de benzoila (usados principalmente no tratamento de acne).

Já a dermatite de contato por hipersensibilidade é mais séria e gera reações visíveis. Ela surge do uso cumulativo do produto, ou seja, mesmo que você sempre o tenha usado na vida. “Isso porque depende de um processo de sensibilização e não da ação irritante ou tóxica do cosmético sobre a pele”, explica Fátima.

Essas reações se caracterizam por uma grande coceira e aparição de eczemas, ou seja, lesões da pele: a área fica avermelhada, em seguida surgem bolinhas de água, que com o tempo secam e podem deixar crostas na pele e gerar descamação.

Se isso ocorrer, a médica aconselha a suspender o uso do produto e esperar a pele se recuperar antes de usar outro produto. Também deve-se evitar água quente e tomar sol no lugar irritado.

Os especialistas aconselham que as pessoas façam testes com os cosméticos cerca de três dias antes de usá-los para valer, pois uma reação alérgica costuma demorar 48 horas para manifestar os sintomas.

As áreas mais sensíveis são o rosto, pescoço e colo. Geralmente quando aparece nas axilas, a causa pode ser o desodorante. Quando a alergia surge no pescoço, as principais causas podem ser perfumes e até esmaltes, assim como nas pálpebras, pois a dermatite de contato gerada por esses produtos quase nunca se dá na própria unha.

Assim, se você não quiser ter surpresas ruins quando olhar no espelho, faça sempre um teste com o produto alguns dias antes de usá-lo. Também é indicado procurar um especialista em alergia para o tratamento e prevenção. Outra alternativa é preferir os produtos hipoalergênicos, cuja fórmula é adaptada com substâncias que raramente causam alergia.

3 comentários:

  1. Gostaria de saber como funciona o sistema de parceria de vocês?


    http://guiamodamulher.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Já mandei o e-mail.
    Estou aguardando a resposta.


    Obrigado pelo elogio.

    ResponderExcluir
  3. Eu já tive problemas com certos produtos, tipo usar sem saber a procedência e fórmula, suspendi imediatamente e fui ao dermato. Isso realmente é coisa séria.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vinda! O que achou do post? Este cantinho também é seu, sinta-se à vontade para comentar, perguntar, sugerir ou mesmo criticar... Um grande beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...