quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Tratando os temidos “furinhos”

A celulite é um dos incômodos que preocupam as mulheres e atinge tanto as cheinhas quanto as mais magras. Por isso, não adianta só fazer dieta para tentar combater a inimiga. Denominada cientificamente de Lipodistrofia Ginóide (LDG), ela é desencadeada por fatores hormonais, como má circulação, hábitos alimentares inadequados, herança genética, consumo de álcool e cigarros e sedentarismo.

Existem medidas que todas podem e devem praticar pela melhora da celulite e para ganhar muito mais saúde. Hábitos saudáveis como manter uma alimentação equilibrada, pouco calórica, rica em nutrientes, praticar exercícios físicos com regularidade, atividades aeróbicas, são fundamentais para queimar os depósitos de gordura e as localizadas, e quanto mais água você beber, menos líquidos as células retêm. Como se caracteriza pela retenção de líquidos e toxinas no corpo, essas são algumas medidas que podem ajudar a minimizar o efeito delas.

Os cremes também são grandes aliados e tornam a pele mais lisa e macia, com menos depressões e pontos de gordura localizada. Não existe tratamento milagroso. Nada é 100% eficiente, e os resultados não são definitivos. Mesmo assim vale a pena investir em um tratamento, pois a celulite fica mais discreta.


Os tratamentos se baseiam em diminuir o acúmulo de líquidos e gordura nas pernas, melhorar a circulação e melhorar a qualidade do colágeno que sustenta a pele da área afetada.


Drenagem linfática manual:

É uma massagem suave com movimentos que vão dos pés para a cintura, acompanhando o caminho dos vasos linfáticos. A retenção de líquidos e o inchaço nas pernas diminuem e nos casos leves de celulite, o resultado é bom. É simples, eficaz, barato e muito popular. Casos moderados ou severos de celulite requerem tratamentos mais intensos, mas a drenagem não deve ser abandonada porque serve como um complemento e ajuda a manter os resultados.

Intradermoterapia:

É a injeção de medicamentos sob a pele, diretamente na área afetada pela celulite. Melhora a circulação e ajuda a quebrar e esvaziar células de gordura. O tratamento dói, mas funciona.

Ultrassom:

Quebra e esvazia células de gordura. A aplicação pode complementar o tratamento à base de medicamentos injetáveis.

Radiofrequencia:

Além de ajudar a esvaziar as células que armazenam a gordura, melhora a firmeza da pele das pernas e glúteos. Ataca a gordura, suaviza o inchaço das pernas e melhora a qualidade da pele.

Subcisão:

Casos muito avançados e com grandes depressões na pele melhoram com a ruptura de fibras de colágeno que repuxam a pele para dentro. Isso é feito através da subcisão, que é um procedimento cirúrgico.

Agora que você conhece os tratamentos procure um médico para avaliar seu caso, se informe sobre o tratamento mais indicado para o seu problema e diga “xô” à celulite.

3 comentários:

  1. Esse malditos furinhos só atormentam agente neh?
    Ps:Eu to querendo mudar a cor do cabelo(vou ficar loira) e para acertar no tom to fazendo uma votação lá no blog! Deixa sua opinião lá e vota!é muito importante para mim!!!! o.O
    Beijinhos, beijinhos!
    A Garota Veneno!

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho celulite, ela não é tão grave assim mas eu gostaria de me tratar em casa mesmo pra diminuir pelo menos um pouco, pois consultar médico não vai dar.
    Estou começando pela alimentação, procuro também fazer exercícios e agora só falta um creminho em conta pra dar força, rs!

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vinda! O que achou do post? Este cantinho também é seu, sinta-se à vontade para comentar, perguntar, sugerir ou mesmo criticar... Um grande beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...